Informações

DroneSec abriu acesso vetado ao seu Guia OPSEC para uso de drones na Ucrânia. Normalmente disponível apenas para os clientes da DroneSec UAS Threat Intelligence, o documento está a ser disponibilizado através do C-UAS Hub num esforço para fornecer à indústria C-UAS, às autoridades policiais, às agências governamentais e aos profissionais de segurança o conhecimento das operações e tácticas, técnicas e procedimentos (TTPs) dos drones adversários.

The document was released in early 2022 as a tactical playbook for friendly forces in providing baseline operational security measures for the use of commercial-off-the-shelf (COTS) drones in Ukraine. The guide was tested and vetted by a variety of drone security and C-UAS experts in real-world scenarios. The aim was to release open-source, UNCLASSIFIED material which could be easily shared between friendly forces without classification restrictions.

As informações contidas neste documento demonstram como adversários bem informados estão atualmente a utilizar técnicas ou modificações técnicas para evitar e contornar a deteção e/ou mitigação por parte das autoridades. Muitos dos métodos ainda não são do conhecimento geral e só foram partilhados com a comunidade fechada de informações sobre ameaças de drones e com a DroneSec Drone Threat Intelligence Platform (DTIP).

Antecedentes

DroneSec has been tracking drone threat actors and their various TTPs since 2016. When the invasion of Ukraine began, a significant number of COTS drones started being used for ISR and payload drops. Thousands of these drones were being used, detected and mitigated by a combination of contra-drone, electronic warfare, and counter-counter-drone techniques. In some cases, pilot positions were being targeted by artillery fires due to their lack of general knowledge surrounding drone communications.

Graphic- COTS Drone utilizado pelos ucranianos

A DroneSec, com a ajuda de vários especialistas em drones e C-UAS, compilou num único guia tático a lista conhecida de métodos dos adversários e das equipas vermelhas para evitar os sistemas de contra-drones. Este guia, que foi traduzido para ucraniano e árabe por voluntários, forneceu um quadro operacional central para a perigosa, mas impactante, utilização de COTS na zona de conflito da Ucrânia,

Embora algumas das tecnologias, modificações, métodos e advertências tenham vindo a público, o guia permaneceu oculto sem que se detectasse que tinha caído nas mãos de adversários. O guia também foi melhorado, adaptado e lançado numa variedade de formatos (manuais, infografias, cursos de formação) com a autorização da DroneSec.

Resumo do documento:

Este documento foi elaborado para apoiar as operações na Ucrânia, onde a utilização de drones COTS era a "única opção". Inclui métodos privados e pouco conhecidos do público para reduzir a identificação e a atribuição de drones e dos seus operadores por alguns sistemas de deteção de drones. Algumas das Tácticas, Técnicas e Procedimentos (TTPs) contidas no documento espelham as actividades utilizadas pelos criminosos actuais para iludir a aplicação da lei e as tecnologias dos fornecedores de C-UAS. O documento foi revisto por membros experientes da comunidade e em operações de teatro em zonas de conflito.

Capa do Guia de Segurança Operacional para a Utilização de Drones COTS em Áreas de Conflito

Qualquer leitor do guia deve estar ciente dos potenciais métodos disponíveis nas comunidades clandestinas e preparar adequadamente as suas estratégias de combate e atenuações técnicas.

Este documento está agora disponível para pedidos públicos (ocorre uma verificação manual). A primeira versão foi disponibilizada às unidades da Ucrânia e aos clientes da DroneSec em março de 2022. Se você gostaria de receber documentos semelhantes a estes regularmente, considere aderir à nossa assinatura UAS Threat Intelligence visitando https://dronesec.com ou contactando-nos através de info@dronesec.com.

Índice

Os seguintes passos práticos para minimizar o ataque dos adversários aos operadores de drones são um breve resumo do que está incluído no guia:

  • Estrutura operacional (lançamento, aterragem e greve de sindicatos)
  • Classificação da segurança dos drones (analógico, digital, COTS)
  • Controlos primários de base
  • Controlos de segurança física (camuflagem visual/acústica, ofuscação de hardware/software, higiene dos dispositivos)
  • OPSEC de ativação e primeira utilização (unboxing, contornar cercas geográficas, evitar zonas de exclusão aérea)
  • Utilização geral OPSEC (vídeo, OPSEC do local de lançamento/aterragem, evasão de interferências GPS/RF, voos automatizados/remotos)
  • Orientações técnicas (IDs de drones, falsificação da localização de drones, contornar C-UAS comuns)
  • Grupos e alterações técnicas

Como posso aceder a este documento?

Solicite o acesso clicando em "Ver abaixo e enviando o formulário com as suas informações de contacto. A DroneSec examinará e aprovará manualmente cada pedido de acesso, caso a caso. O documento está atualmente disponível em inglês, ucraniano e árabe; seleccione a(s) língua(s) em que pretende que esteja disponível. A verificação pode demorar até 24 horas.

Porque é que esta informação está a ser divulgada agora?

The conflict in Ukraine has continued for over a year. Technology must innovate and C-UAS vendedores must become aware of the latest TTPs by adversaries to overcome their detection and mitigation practices. This will help friendly forces in the future, and aid friendlies in non-conflict areas, such as prisons, ports, stadiums, airports and government facilities. To reduce intelligence stovepipes, DroneSec regularly shares information from its UAS Threat Intelligence subscription.

Em que outros suportes está disponível este documento?

Alguns materiais só estão disponíveis para a FVEY. O documento também foi transformado num curso de formação e está disponível para participantes aprovados através da plataforma de formação DroneSec, mediante pedido (https://training.dronesec.com/).

Quem é a DroneSec?

A DroneSec é uma empresa de informações sobre ameaças de todas as fontes que fornece sensibilização para as ameaças dos drones, análise de incidentes e formação ao governo, às forças policiais e às forças armadas a nível mundial. A DroneSec fornece cobertura em tempo real (diária, semanal, mensal) das capacidades das ameaças dos drones, dos agentes das ameaças e dos seus orçamentos, tecnologia, tácticas, técnicas e procedimentos (TTPs). A DroneSec Drone Threat Intelligence Platform (DTIP) é uma plataforma automatizada de agregação, categorização e divulgação de incidentes com drones relacionados com armamento, contrabando, ISR, contrabando e outras categorias. A plataforma fornece aos clientes um quadro operacional central para rastrear milhares de incidentes com drones em todo o mundo e fundir fontes de dados para fornecer modelos de ameaças e determinar tendências e padrões de intenção.

Logótipo azul da DroneSec

www.dronesec.com

Mantenha-se a par das notícias, desenvolvimentos, recursos e artigos do sector - Inscreva-se gratuitamente Membros do Centro C-UAS para marcar o seu conteúdo favorito e receber o boletim informativo do C-UAS Hub e actualizações importantes do sector!